É isso mesmo: tatuagem de ponto e vírgula. O desenho simples que ganhou popularidade nos últimos anos, ao contrário de outras tendências aleatórias, tem um significado bem sério e importante por trás. 

follow-the-colours-tatuagem-ponto-virgula-projeto-semicolon-01

Você com certeza já viu alguém com uma tatuagem de ponto e vírgula, certo? Muita gente, que tem uma profissão ligada a Letras e Jornalismo,  por exemplo, possui o símbolo marcado na pele. Mas recentemente, o ponto e vírgula acabou se tornando bem popular pela internet por uma causa, que vai muito além de uma certa “tendência” aleatória ou apenas uma moda, estética.

O pessoal do site Upworthy descobriu a história e viu que existe um projeto super importante por trás disso, que nasceu em 2013 nas redes sociais. Chamado de Project Semicolon (Semicolon é ponto e vírgula em inglês), o movimento americano quer trazer amor e esperança para quem tem tendências depressivas, suicidas ou a automutilação.

Mas por que um ponto e vírgula? “O ponto e vírgula é usado quando um autor poderia ter escolhido terminar uma frase, mas optou por não fazer, ele continua. O autor é você e a sentença é a sua vida.” – diz Amy Bleuel, criadora do projeto. Significado profundo, não? Sim, mas sensível e real.

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), cerca de 350 milhões de pessoas sofrem de depressão no mundo, doença que tem se tornado cada vez mais comum, alinhada com as cobranças constantes da vida e do trabalho.

No início, os participantes eram convidados a desenhar o ponto e vírgula em algum lugar do corpo e compartilhar fotos na internet, como se fosse uma identificação. A marca representa que aquela pessoa luta por sua saúde mental, pela importância da prevenção do suicídio.

follow-the-colours-tatuagem-ponto-virgula-projeto-semicolon-02

No ano passado, os líderes do projeto, juntamente com um estúdio de tatuagem nos Estados Unidos, ofereceram mais de 400 tatuagem de ponto e vírgula para quem ainda está no processo da doença ou já superou problemas psicológicos. Hoje, pessoas de diversos países tatuam o símbolo como um lembrete de sua vitória e sobrevivência.

Ainda há um estigma em torno de quem sofrem depressão e, muitas vezes, isso impede de falar sobre seus problemas, causando ainda mais uma barreira para obterem ajuda. Então, da próxima vez que você ver esta pequena tattoo, lembre-se das palavras do jornalista Parker Molloy:

“Recentemente decidi fazer uma tatuagem de ponto e vírgula. Não porque é moda (embora certamente parece ser no momento), mas porque é um lembrete das coisas que eu superei na minha vida. Eu lidei com a ansiedade, a depressão e a disforia de gênero (transtorno de identidade de gênero) durante a maior parte da minha vida, e às vezes, isso me levou por um caminho que incluía automutilação e tentativas de suicídio. Mas aqui estou eu, anos mais tarde, finalmente encaixando as peças da minha vida de uma maneira que eu nunca pensei que pudesse fazer antes. O ponto e vírgula (e a mensagem que vem junto com ele) é um lembrete de que eu enfrentei tempos difíceis, mas eu ainda estou aqui.”

As marcas que escolhemos colocar em nossos corpos são importantes. Esteja aberto a ouvir. Ajude as pessoas da sua família e amigos para que elas também sejam capazes de dizer “eu ainda estou aqui.” <3

Imagens: Lancaster Online e Elmpetra.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários