Foram anos de reformas, mas a primeira obra desenhada por Gaudí agora será aberta ao público. Saiba mais sobre a Casa Vicens. 

Apaixonados por arquitetura certamente já esbarraram no nome de Antoni Gaudí. O lendário arquiteto catalão conquistou o universo das artes com seu estilo modernista na Espanha. O primeiro desenho de Gaudí foi a icônica Casa Vicens, construída em Barcelona entre 1883 e 1885.

Por fora, a grande estrutura chama atenção pelo mix de cores e azulejos. A casa foi projetada para ser um reduto de verão para o negociante (e fabricante de azulejos) Manuel Vicens i Montaner – e parece até de mentira. Mais tarde, foi vendida, restaurada e se transformou em uma residência de três famílias.

Durante quase 130 anos, a casa foi residência privada, mas em 2014 a gigante financeira MoraBanc comprou o local e investiu durante anos para que se tornasse um centro cultural.

Exatos 132 anos após sua construção, a Casa Vicens abrirá suas portas exibindo muitos dos projetos originais de Gaudí, enquanto hospeda ainda exposições permanentes e rotativas dentro de suas instalações. Sem contar, é claro, na própria arquitetura do ambiente, que já é uma grande obra de arte.

Desde 1993, a Casa Vicens é considerada um monumento histórico. Em 2005, a UNESCO declarou o edifício um Patrimônio Mundial da Humanidade em Barcelona, juntamente com outras 6 criações de Gaudí, incluindo o famoso Parque Güell e La Sagrada Familia.

A Casa Vicens tem previsão de abertura para outubro de 2017.

O interior da casa é tão decorado quanto o exterior;

O museu exibirá muitos dos projetos originais de Gaudí e hospedará exposições permanentes e rotativas dentro do seu grande interior;

Foram três anos para restaurar a Casa Vicens. As empresas de arquitetura envolvidas na restauração da casa trabalharam para manter todos os elementos de design específicos de Gaudí intactos;

Via.|Via.© Casa Vicens, Barcelona 2017. Todas as imagens por Pol Viladoms.

Se eu te disser todos os clichês sobre ser uma jornalista apaixonada por moda, fotografia, viagens e cultura, será que você acreditaria?

Clarissa Jurumenha – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários