Nossas sugestões vão desde gastronomia até feminismo. Vem que tem para todos os gostos!

Imagem: Thibalt Penin/Unsplash

O Netflix é uma dessas conveniências da vida moderna com as quais nós nos adaptamos facilmente. Seja no dia a dia, quando queremos refrescar nossa mente ou no fim de semana, quando nos preparamos para maratonar uma série, o serviço de conteúdo streaming é o nosso companheiro ideal.

E pensando nisso, nós fizemos mais uma lista com alguns conteúdos bem legais por lá que você pode ainda não conhecer. Então já faz o seu login ai e vai salvando as nossas sugestões nos seus favoritos:

1. O PRÓXIMO CONVIDADO DISPENSA APRESENTAÇÃO – DAVID LETTERMAN ENTREVISTA MALALA

Dave – ou David Letterman, é um conhecido apresentador de talk show norte-americano. Essa série especial no Netflix traz a cada episódio um personagem diferente que é entrevistado pelo apresentador. As imagens são feitas em estúdio e também fora dele, mostrando alguns aspectos da vida dos entrevistados.

A série chamou atenção pelo peso de seus convidados e pelo conteúdo abordado em cada conversa. Obama, George Clooney, Tina Fey e Jay-Z são alguns dos nomes que compõem a primeira – e por enquanto única – temporada desse show de sucesso.

E entre eles, está também Malala Yousafzai, a jovem que sobreviveu a um atentado praticado contra sua vida em seu país natal, o Paquistão. Malala ficou conhecida no mundo inteiro por sua coragem em defender os direitos das garotas à educação. Neste episódio, podemos conhecer um pouco mais dessa mulher inteligente e que mostra um pouco de sua vida agora como graduanda da Universidade de Oxford.

2. A SOCIEDADE LITERÁRIA E A TORTA DE CASCA DE BATATA

Este é um daqueles filmes que têm tudo para dar certo: um pouco de história, um pouco de romance, livros e uma personagem principal feminina. Em pouco tempo, o filme ganhou o coração dos espectadores e virou recomendação garantida.

Interpretada por Lily James – também conhecida por seus papéis em Cinderela e Downton Abbey –  Juliet Ashton é uma escritora que recebe uma carta surpreendente, contando a história de como um grupo conseguiu sobreviver à presença nazista em uma pequena ilha britânica, ao criar um clube do livro.

Encantada com a história, Juliet decidi ir até a ilha conhecer essas pessoas e acaba descobrindo um significado muito mais profundo por trás da criação do clube e também uma ligação entre o grupo mais forte do que poderia esperar.

Simplesmente encantador, para quem ficar com gostinho de quero mais, uma boa notícia é que existe um livro com o mesmo nome, no qual o filme foi inspirado.

3. COOKED – MICHAEL POLLAN

Nesta série de quatro episódios, acompanhamos o jornalista Michael Pollan em sua busca por entender melhor como os quatro elementos básicos da vida – terra, ar, água e fogo – se relacionam com o processo de cozinhar.

Baseada no livro homônimo (Cozinhar, em português), que é bem mais completo, a série sintetiza como as nossas técnicas culinárias e o nosso jeito de se alimentar foram se transformando ao longo das décadas e que impacto isso teve no desenvolvimento humano.

É interessante o olhar que Pollan traz a respeito das questões que estão em torno dos nossos hábitos alimentares e a mistura que ele faz entre conceitos científicos e o legado cultural de cada região que ele visita quando se trata de comida.

4. ALLIAS GRACE

Com o sucesso de “The Handmaid’s Tale” (O conto da Aia), livro da canadense Margaret Atwood que se tornou uma série de sucesso lá fora, o Netflix resolveu investir na produção de “Allias Grace”, outro título da escritora, traduzido no Brasil como “Criminosa ou Inocente?”.

Instigante do começo ao fim, a série apresenta a visão fictícia de Atwood sobre a história verídica de Grace Marks, uma jovem empregada de um fazendeiro, acusada de assassiná-lo com a ajuda de James McDermott, outro empregado da casa.

A história é interessante pois os dois são acusados pelo crime, mas apenas James é sentenciado à morte. Grace consegue se fazer de inocente e recebe uma pena diferente. Especialistas debatem a respeito de como uma mulher conseguiu interpretar o papel que dela era esperado em uma sociedade conservadora do século 19 e assim receber uma pena diferente da de um homem.

O grande barato da série e do livro é justamente a dificuldade em saber o que realmente aconteceu e quem é inocente e quem é culpado. Essa produção da Netflix não deixa nada a desejar e com certeza vai te fazer refletir.

5. EU NÃO SOU UM HOMEM FÁCIL

A produção francesa Je ne suis pas un Homme Facile, ou, Eu não sou um homem fácil, em português, tem gerado bons debates pela internet. O filme se passa em uma espécie de mundo paralelo, onde o personagem central, representado por um homem machista, acorda em uma realidade em que o sexo feminino é o dominante.

Assim, com a inversão dos lugares de opressor e oprimido, o filme retrata o sexo masculino em situações de assédio e como figura central de uma imposição de padrões estéticos e midiáticos, como constantemente acontece com as mulheres.

Outro ponto forte do longa é usar o humor como ferramenta de ridicularização. Em uma análise mais profunda, o filme pode ser superficial ao deixar de lado temas importantes como estupro e violência doméstica e ainda reforçar alguns padrões de gênero e raça, mas de qualquer forma, não perde seu valor como ferramenta que pode ajudar no debate que reconhece e combate o machismo.

LISTA NO NETFLIX

Aqui, já trouxemos séries para você maratonar, aqui já falamos sobre docs de fotografia, sobre minimalismo, intuição e felicidade, sobre senhoras inspiradoras. Depois conta pra gente a sua opinião sobre essas séries e filmes! E se tiver mais algum interessante, deixe escrito por aqui também.

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade. Escreve um blog sobre meio ambiente, sustentabilidade e consumo consciente. Também se dedica a cozinhar, como forma de prazer e arrisca novas receitas no tempo livre.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários