follow-the-colours-paulo-skaz-tattoo

Desenhos incríveis, muitas cores e efeitos de aquarelas. Tatuador, grafiteiro e amante dos pássaros, Paulo Victor Skaz, mais conhecido como Skazxim, tem 26 anos, mora em Recife (PE) e é especialista nesse assunto.

Um cara dedicado a tudo o que faz. Paulo desenha desde criança, começou a andar de skate em 2004 e nos rolês conheceu o graffiti. Por conta disso, passou a ficar muito tempo na rua. Seus amigos nessa época eram a maioria tatuados, e foi aí que ele se interessou pela coisa.

À partir disso, toda ilustração que fazia, pensava em como ficaria na pele. Assim, trabalhou pintando muitas camisetas e faixas pra juntar uma grana e comprar seu primeiro equipamento. Passou 1 ano tatuando seus amigos em casa, depois recebeu um convite pra entrar em um estúdio, onde ficou por 5 anos. Hoje, Skazxim é super reconhecido pelo seu estilo e divide um espaço com mais 3 profissionais no Corvo Estúdio.

O artista, que já apareceu aqui no FTC na lista dos 20 tatuadores brasileiros para seguir no Instagram, ganha então uma entrevista exclusiva para sabermos um pouco mais sobre suas inspirações. Vale a pena dar uma olhada:

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-02

FTC: Como você define a sua arte? 

Uma mistura dos estudos que faço desde que comecei a desenhar. Me interesso por muitas técnicas diferentes e vou somando as que gosto e que se enquadram no trabalho que pretendo realizar. Quanto à linguagem, tento ser criativo ao máximo. Gosto muito de trabalhos mais “sujos”, por isso me identifico tanto com a aquarela. 

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-03

FTC: Como começou a se interessar pelas tatuagens aquareladas? 

Quando comecei a tatuar, fazia todos os estilos, já que eu trabalhava num estúdio comercial e precisava atender clientes que passavam e paravam ali. Mas isso me deu toda a base de aplicação e manuseio de equipamento.

Mesmo antes de tatuar, eu gostava dessa textura de pingos e tinta escorrendo (usava muitos nos graffitis que fazia). Um dia, uma cliente veio com a ideia de fazer só texturas abstratas, e parecia muito com o que eu fazia nos muros, então essa foi isso que despertou o que eu vinha buscando pra minha arte.

Reproduzir o que eu fazia no muro, na pele. Descobri que existia uma técnica de aquarela na tatuagem e vi que era isso que eu queria. 

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-04

FTC: Com o que você se inspira? 

Gosto muito de fotografia, livros de anatomia, botânica, animais. Tiro muitas ideias disso, mas a maioria são de coisas que vejo na rua. Gosto de acompanhar o que meus amigos produzem também, porque me instiga pra evoluir. 

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-05

FTC: Qual foi sua primeira tatuagem em um cliente?

Foi em um amigo que gostava muito dos meus desenhos (Léo). Contei pra ele que tinha comprado o equipamento de tatuar e ele me ofereceu a pele. Escolheu um desenho de um pássaro que eu tinha feito e tatuamos. O resultado foi péssimo! hahahaha Eu não sabia usar nada, mas foi divertido. 

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-06

FTC: 3 sites que definem um pouco de você. 

Como sou fã de pássaros, gosto do Specie Birds Of North América, tem muitos pássaros legais que me inspiram a criar. Meu Instagram. Não sei bem, eu vejo muita coisa na internet.

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-07

FTC: Uma frase que você carrega para a vida.

Você pode fazer o que quiser, sempre. 

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-08

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-09

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-10

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-11

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-12

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-13

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-15

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-16

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-17

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-18

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-019

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-20

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-21

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-22

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-23

follow-the-colours-paulo-victor-skaz-tattoo-25

“Quando comecei a fazer graffiti alguns anos atrás, eu me sentia bem atraído por paredes velhas lugares mais sujos. Sempre gostei de texturas escorridas e manchas de tintas pra compor meu trabalho. Quando comecei a tatuar, não sabia como colocar meu estilo na pele, até que recebi um desafio.

Depois que finalizei o trabalho, vi que conseguia fazer o que realmente mostra quem eu sou. Hoje me sinto muito feliz em tatuar desenhos criados por mim. Ainda tem muito caminho pela frente, mas quem faz o que ama não se preocupa com a distância a ser percorrida.” 

No Facebook:/PauloVictorSkaz. No Instagram: @skazxim.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários