follow-the-colours-narrativas-poeticas-02

Na semana passada, fomos convidados pelo Santander Brasil para uma visita guiada no Museu da Lingua Portuguesa. Conferimos a exposição Narrativas Poéticas – Coleção Santander Brasil que conta com obras de muitos artistas brasileiros (e de estrangeiros residentes no país) produzidas em sua maioria entre 1940 e 1980. Entre os nomes estão importantes figuras do modernismo, do construtivismo e da abstração brasileira como Di Cavalcanti, Tomie Ohtake, Marília Rodrigues, Portinari, além de instalações e textos de autores como Carlos Drummond de Andrade, Paulo Leminski, Vinícius de Moraes e outros.

A exposição em 1 ano já recebeu mais de 150.000 visitantes. Passou por Porto Alegre, Brasília, Belo Horizonte em 2013, e agora chega em São Paulo. A mostra é interessante justamente por criar um diálogo entre artes plásticas e poesia, obras de diferentes gêneros. Mais interessante ainda foi saber toda a história por trás da ideia, que começou em 2010 com o programa Convivendo com Arte.

Convivendo com Arte acredita que o contato com a arte tem o potencial de fortalecer ideias, enriquecer o modo de ver o mundo e estimular o espírito crítico. Por isso, todos os quadros expostos antes ficavam nos espaços corporativos do Santander, justamente para os funcionários se inspirarem e terem um respiro no dia a dia de seu trabalho. Em 2012, decidiram expandir o alcance dessa experiência e as obras do acervo foram colocadas em uma publicação e, posteriormente, 2013 em museus para o público em geral.

Circulando pela mostra pudemos refletir sobre vários conceitos e artistas, além de dialogar com outros blogs sobre as obras que mais gostamos e seus significados. Aqui, um pouco do nosso olhar:

follow-the-colours-narrativas-poeticas-10

follow-the-colours-narrativas-poeticas-santander-brasil-01b

Na entrada, gostamos bastante da instalação com letras em acrílico.

follow-the-colours-narrativas-poeticas-09

follow-the-colours-narrativas-poeticas-08

follow-the-colours-narrativas-poeticas-07

Achamos as poesias nas janelas bem interessantes. Quando o sol bate, elas se iluminam.

follow-the-colours-narrativas-poeticas-05

Um detalhe incrível: algumas obras possuem totens para deficientes visuais.

follow-the-colours-narrativas-poeticas-01

follow-the-colours-narrativas-poeticas-03

follow-the-colours-narrativas-poeticas-04

follow-the-colours-narrativas-poeticas-santander-brasil-02

Legal as interações com as poesias projetadas no chão.

follow-the-colours-narrativas-poeticas-santander-brasil-04

follow-the-colours-narrativas-poeticas-santander-brasil-05

Um dos quadros mais bonitos: fotografia sobre papel de algodão de Fernanda Rappa, 2009.

Para quem gosta do assunto, vale a pena visitar a exposição que te convida a sentir, e por meio de imagens e palavras, a mergulhar em novas percepções e sensações!

follow-the-colours-narrativas-poeticas-06

Vai lá: Museu da Lingua Portuguesa (Praça da Luz, s/nº, Centro de São Paulo). 1º andar – Até 20 de Julho. Narrativas Poéticas – Coleção Santander Brasil.

Agradecimentos: Liliane Ferrari, Tatiana Barros, Bruno Almeida, Danielle Domingues e Santander Brasil.

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Comentários