A série *Up no Home Office em parceria com o site Adoro Home Office traz a decoração de espaços legais de várias pessoas bacanas pelo mundo, para você se inspirar com os detalhes de cada um desses ambientes.

Dessa vez o papo é com a ilustradora Élin Godois, que mora em Porto Alegre, e depois de uma experiência de um ano trabalhando em um espaço colaborativo, decidiu voltar para a rotina do home office.

“Meu apartamento é gigante e por ser no térreo parece até uma casa no coração do bairro! Abro as janelas e já vejo a rua, as pessoas passando e a vida acontecendo…. sempre gostei de casa e mais ainda de estar em casa. Fazer home office foi uma maneira de viver tudo isso diariamente”, explica a ilustradora.

Também teve a questão mais prática nessa mudança, que envolve grana e segurança.

“Claro que tirando a poesia da vida, uma das coisas que mais pesaram nessa escolha foi o custo de manter um espaço e a falta de segurança das ruas. Sempre ficava na Casa de Amapola até tarde e voltar para a minha casa era bem difícil, mesmo sendo relativamente perto uma da outra. A cada dia eu percebia que ficava mais tenso o trajeto, dependendo do horário”, conta Élin.

A Élin acredita que a casa dela é o reflexo dela e do trabalho e por isso se sente mais segura para viver as coisas que acredita.

“Estar cercada por memórias (e gatos) sempre fez muito sentido, e por isso ocupo todos os cantinhos e interajo com eles colando coisas ou mudando os móveis de lugar. Pra mim tudo tem que estar ‘lotado’ e em movimento, assim como a vida da gente!”

Muita gente concorda que o home office tem inúmeras vantagens, mas outras sempre sentem falta de uma coisinha ou outra, principalmente quando havia o costume de se trabalhar com mais pessoas.

“Claro que sinto falta da rotina de estar cercada de pessoas, pois quando trabalhava no espaço colaborativo, a maioria dos dias era uma festa, tinha hora pro café, conversinhas no corredor, desabafos e contato. É disso que sinto mais falta”, diz.

“Mas aqui tem gatinhos, e lá não tinha!” – ela complementa.

Sobre a rotina no home office, Élin conta que é uma surpresa diária. “Não tem rotina ou regra, mas tem compromisso, prazos e cobranças. Então eu só vou dando um jeito de flexibilizar as coisas para colocar todas as obrigações e as felicidades na pauta do dia. Rola sair para tomar um café, abrir a porta para os amigos e depois virar a madrugada para concluir um projeto”, finaliza.

Se você acha que já viu a Élin Godois por aqui, está certo! Ela é a ilustradora responsável pelo trabalho no home office da Gabriela Teló, que também já passou pelo FTC!

Gostou? Encontre mais inspirações para o seu Home Office no nosso board do Pinterest abaixo:

*Up no Home Office é um projeto inspirado na série Bloggers at Their Desks, realizado pelo Follow The Colours em parceria com o Adoro Home Office.

Imagens: Maciel Goelzer.

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários