nameless paint cores sem nome ima moteki

Ima Moteki, uma dupla de designers do Japão, acaba de criar um conjunto de “tintas sem nome” – que visam alterar completamente a forma como as crianças aprendem e pensam sobre a cores. Em vez de usar os nomes como verde, vermelho, azul, cada tubo branco é marcado com uma pequena “equação”, que traz a soma de cores primárias e suas proporções, dizendo quanto foi utilizado para fazer cada tom de cada embalagem.

Os designers da chamada “Nameless Paint”, Yusuke Imai e Ayami Moteki, acreditam que os rótulos, muitas vezes, acabam sendo problemáticos. “Ao não atribuir os nomes para as cores, também conseguimos expandir a definição do que uma cor pode ser para aquela criança, e as várias tonalidades que podem criar, ao misturarem os pigmentos livremente”, explica Imai.

Além dos rótulos, as tintas também dão uma bela ideia sobre a teoria da cor para os pequenos, além de instigar a criatividade. As equações nos tubos, por exemplo, podem ajudar a entenderem alguns dos conceitos básicos por trás disso, como misturar e criar novas nuances.

O conjunto de tintas foi premiado no Kokuyo Design Awards 2012, um dos melhores prêmios de design do Japão, que incentiva a comercialização de produtos minimalistas e inovadores. Foram 3 anos de intensos estudos para a equipe conseguir lançá-lo no mercado. Este mês, o Nameless Paint começa a ser comercializado por ¥ 1.800 (equivalente a 60 reais) no país. O mais legal? Elas podem ser usadas por qualquer um, não importando a língua que a pessoa fala – ao menos que seja daltônico ou tenha alguma disfunção na visão. Confira:

nameless paint cores sem nome ima moteki

nameless paint cores sem nome ima moteki

nameless paint cores sem nome ima moteki

Via.

Siga o FTC no Twitter + Facebook + Pinterest + Instagram + Tumblr e assine nossa newsletter para updates.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários