Conheça o Wineleather, material eco-friendly que é feito a partir de resíduos da produção de vinho. 

Já faz um tempo que o couro tradicional e o sintético vêm sendo substituídos em alguns segmentos industriais, seja por seus impactos ambientais ou pela preocupação com os animais. Hoje, já existem diversos tipos de materiais alternativos ao couro e que são usados em diferentes lugares do mundo.

Alguns exemplos são o Piñatex™ , um tecido natural criado a partir das fibras da folha do abacaxi ou a Dinamica®, uma micro-fibra feita a partir da reciclagem de garrafas PET. No Brasil, a estilista Flavia Aranha já trabalhou com o Tecido da Floresta, chamado de couro orgânico. Trata-se de uma aplicação de látex natural sobre uma manta de algodão e juta, feito por uma cooperativa de Rondônia.

Uma outra alternativa, mais recente, foi criada pelo arquiteto italiano Gianpiero Tessitore. A partir de óleos e fibras da uva, ele criou o Wineleather, um material que imita o couro, feito a partir dos resíduos da produção de vinho, como sementes, cascas e talos da uva.

Um fato interessante é que o processo de transformação dos resíduos da uva em um material similar ao couro não utiliza água, ácidos ou metais pesados. Após a extração do suco das frutas, o bagaço é submetido a um processo de separação e desidratação.

Depois, o produto passa por processos mecânicos e é finalmente misturado a algumas substâncias que o tornarão em uma espécie de tecido com a mesma função, estética e textura do couro.

“A ideia veio em 2014, quando me dei conta de que as indústrias de moda, móveis e couro não tinham uma alternativa verde e cruelty-free para o tradicional couro animal ou sintético”, disse Gianpiero ao site Unfiltered.

Segundo a site da sua empresa, a Vegea, anualmente são produzidos mais de 26 bilhões de litros de vinho no mundo todo, o que resulta em quase 7 bilhões de quilos de bagaço de uva. Essa quantidade seria suficiente para produzir 3 bilhões de metros quadrados do Wineleather a cada ano.

Atualmente o produto é submetido a diversos testes e pesquisas para viabilizar a sua aplicação em diversos segmentos que demandam o uso do couro, como acessórios, embalagens, carros, transportes e mobílias.

Vegea também foi a ganhadora do prêmio Global Change, promovido pela Fundação H&M, que incentiva a inovação no ramo da moda.

“É uma grande satisfação para nós propor um produto Made in Italy que represente, de forma eco-sustentável, duas das maiores excelências italianas: a Moda e o Vinho, os dois mundialmente conhecidos como ícones de estilo pela alta qualidade dos seus produtos e pela tradição de sua produção artística e artesanal”, diz uma nota no site da empresa.

Via.

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade. Escreve um blog sobre meio ambiente, sustentabilidade e consumo consciente. Também se dedica a cozinhar, como forma de prazer e arrisca novas receitas no tempo livre.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários