biel siqueira arte grafite

Arquiteto por formação, Biel Siqueira é um artista de Campinas que tem na bagagem cultural o alimento para um projeto próprio, dinâmico e visceral: criar arte em troca de hospedagem, oportunidades e experiências únicas pelo mundo.

Inspirado em mandalas, arabescos, explorando cores e técnicas de grafite, com desenhos que compõem uma graça singular a ambientes internos e externos, o artista deixa um pouco de sua personalidade por onde passa.

Amigos, admiradores e clientes entram em contato com Biel, desejando um pouco da beleza e do talento que ele transmite facilmente com seus sprays. Com o desenrolar deste compartilhamento, o artista já marcou suas pinturas em Bordeaux, na França, duas casas na Bolívia, e agora levará suas cores para Amsterdam, Milão, Paris, Bruxelas e Canadá.

“Acredito que a ideia de abrir mão do dinheiro e viajar com apenas as despesas pagas faz dessas viagens algo único e que gera muitas conexões. A ideia de fazer um evento na data em que eu vou executar as pinturas faz com que as pessoas vejam o processo criativo e passem um momento único na vida, que fica eternizado mesmo. Em relação ao custo dos materiais, ele acaba se tornando insignificante quando o objetivo é a parceria e a oportunidade de alavancar a minha qualidade de vida e a troca de experiências”, analisa.

follow-the-colours-biel-siqueira-03

“Quero deixar minha marca e utilizar a arte como uma maneira de aproximar as pessoas, de contar histórias. Quero que olhem para o grafite na parede e tenham memórias ali”

No âmbito nacional, seu grafite proporcionou vivências em Bonito, Mato Grosso do Sul, onde o artista pintou um avião que ficava dentro do Grupo Praia Parque, trabalhando (ou se divertindo?) por lá durante dez dias. Na mesma região, passou pelo Hostel Che Lagarto, construindo belas parcerias e uma divulgação que favorece tanto o reconhecimento de sua arte quanto a beleza dos lugares.

Uma das peças mais incríveis que ganharam vida nas mãos de Biel foi um fosso de um elevador panorâmico do empreendimento MaxHaus, no bairro Cambuí, em Campinas. O convite foi feito pela Conexão Cultural, empresa que promove a criatividade em lugares públicos, tornando-os vivos e ricos em cultura.

Foram duas semanas de produção intensiva para chegar a um resultado brilhante: “Demorei um dia para fazer o fundo e finalizava quatro andares por dia mais ou menos. São 25 ao todo. Ia de manhã e ficava até a hora que o corpo aguentava. Fora isso, tinha toda a logística de segurança exigida também, que demandava mais tempo no local”, conta Biel.

“Me sinto extremamente feliz por me vincular a um projeto tão inovador quanto o MaxHaus. Como arquiteto, já admirava a proposta deles e, por meio da minha arte, consegui gerar essas conexões e chegar a um trabalho surpreendente”.

Em Campinas, além do MaxHaus, você pode conferir um pouco de suas obras estampadas na parede do restaurante mexicano EL Tambo e no Blacksheep Bistrô Contemporâneo.

Além de artista viajante, Biel é um dos fundadores do Studio 019, um coletivo de criação em sua cidade que reúne designers, artistas, arquitetos, fotógrafos e artesãos.

Hostel Fazenda Itamambuca

Hostel Fazenda Itamambuca

Arte em residência

follow-the-colours-biel-siqueira-02

follow-the-colours-biel-siqueira-01

Confira mais um pouco sobre seu trabalho em seu site e acompanhe o artista no Facebook e Instagram.

Viciada em açúcar, Marina Gallegani é movida pelas forças da natureza e tem fome de liberdade. Jornalista, escritora e fotógrafa amadora, se entrega às cores da vida e sonha com viagens ao redor do mundo. Em constante reconstrução, acredita ser eterna e tem a certeza de que o sorvete é uma das fórmulas da felicidade.

Marina Gallegani – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários