follow the colours eu amo café

Se você acha que a frase acima é verdade, acertou. Novos estudos sobre o café divulgados essa semana, relatam os diversos benefícios da substância para a nossa saúde, já que ele tem antioxidantes que diminuem o risco de diabetes tipo 2, doença de Parkinson, doença hepática, câncer de próstata, Alzheimer e mais, além de ajudarem (sério!) até nas dores nas costas de tanto ficar no computador.

É difícil saber com certeza se o café realmente causa bons efeitos para todas as pessoas – estilo de vida e comportamentos associados ao consumo influenciam. Além disso, cada um têm uma tolerância diferente para a bebida. A dose diária recomendada também varia: alguns podem tomar no máximo de 2 a 3 xícaras por dia, enquanto outros toleram 6 a 8 copos diariamente.

follow the colours café Gemma Corell

Mas se você acha que a frase do título é mito, também está certo. Em certas situações, o café pode fazer mal, dependendo da sua genética, idade e até de como você prepara a bebida.

Entre as reações adversas estão dores de cabeça, insônia, azia, irritações no estômago, palpitações, incontinência urinária. As pessoas que tem seus batimentos cardíacos acelerados podem precisar de orientação médica antes de consumi-lo.

follow the colours café life begins after coffee

Mas, a maioria das pessoas é do tipo “A vida começa só depois do café!”. Os viciados tem muito mais motivos para comemorar do que para não tomar. Há vários estudos recentes que encorajam a beber café todos os dias, saiba o por que:

-3 a 5 xícaras de café por dia – reduzem o risco de doenças coronárias, algo que não haviam observado no passado;

-4 xícaras de café por dia – reduzem o risco de melanoma, um câncer de pele altamente perigoso, além de previnir o câncer no útero;

-6 xícaras por dia – reduzem o risco de esclerose múltipla. Se você também já toma café regularmente há 5-10 anos também ajuda;

-O café é neuroprotetor, o que significa que a substância suprime a produção de inflamações no cérebro, melhorando o risco do mal de Parkison e Alzheimer;

-A cafeína também pode contribuir com efeitos positivos no cérebro, porque aumenta e acelera a atividade dos neurônios. A bebida também é boa para os depressivos e indivíduos com tendências suicidas;

-O café também parece reduzir os níveis de insulina e estrogênio, por isso, as mulheres que o bebem tem menor risco de câncer de endométrio. Ao reduzir a insulina, o café também desempenha um papel fundamental na prevenção do câncer de próstata;

-Recentemente notaram também, uma correlação entre o aumento do consumo de café e menor risco de câncer de fígado;

-O aumento do consumo de café também está associado a uma vida mais longa. Apesar de ninguém saber ainda como a substância age para que as pessoas vivam mais tempo, os médicos teorizam que é por diminuir o risco de todas as doenças acima;

follow the colours café benefícios

Embora os benefícios causados pelo café continuam sendo bons, essa história não é tão cor de rosa. Então antes de sair correndo para a cafeteria mais próxima e pedir um mocha latte duplo, saiba algumas coisas:

-A maioria desses estudos definem que xícaras de café equivalem a 100mg de cafeína, aproximadamente 150ml a 240ml de café preto ou com um pouco de leite e açúcar. Nada daqueles drinks com caramelo e chantilly;

-O café descafeinado não fornece a mesma proteção para a saúde;

-Se você não gosta de café, mas está pensando em começar a beber, cuidado! Uma mudança repentina pode desencadear conseqüências ruins, ao aumentar o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral, além de efeitos colaterais negativos;

-O alto consumo – mais de 6 xícaras por dia – reduz todos os benefícios listados;

-Pessoas que tem problemas de sono ou diabetes não controlada precisam verificar com seus médicos se é possível a ingestão de cafeína em suas dietas;

-Mulheres devem ter cuidados, já que o café pode aumentar o calor da menopausa;

-Grávidas podem sofrer aborto – por isso os médicos recomendam apenas uma xícara por dia;

follow the colours café dark side

Curiosamente, a maneira como você faz o seu café também pode fazer diferença. Há um composto chamado cafestol na parte oleosa do grão que pode aumentar o colesterol ruim/LDL. Ele fica preso nos filtros de papel, por isso, é melhor usá-lo diariamente.

Se você é um amante da prensa francesa, do café turco, do expresso, e até do famoso escandinavo, saiba que o modo de fazer pode estar colocando sua saúde em risco.

Mas, no final, como diz Dr. Donald Hensrud: “Para a maioria das pessoas, as que não sentem os efeitos colaterais, os benefícios superam os riscos”.

follow the colours café depresso

Então, por que o café teve uma má reputação por tanto tempo?

Estudos anteriores nem sempre relacionavam graves comportamentos juntos com o consumo de café, como tabagismo e falta de atividade física. Os viciados em café hoje, não necessariamente se encaixam nesse estereótipo de antigamente, por isso os pesquisadores eram mais propensos a esse resultado.

Sempre bom lembrar que as pessoas metabolizam a cafeína de forma diferente, por isso algumas podem até tomar uma xícara à noite e dormir facilmente, enquanto outras precisam manter distância por horas antes de anoitecer para evitar a insônia.

follow the colours cafés

Para muitos de nós, o café é uma bênção. E como tudo na vida, basta ter equilíbrio, saber qual o seu limite, levando em consideração o seu corpo e mentes.

E vamos falar? Existe algo melhor do que um bom papo acompanhado de um cafezinho e um bolinho delicioso?

Via/Via. Imagens: Shutterstock/Pinterest. Veja também o nosso board exclusivo “We Love Coffee” no Pinterest.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários