Com o isolamento social para inibir o avanço do Covid-19, muitos serviços e lojas fecharam. É fato que o desemprego tem aumentado cada vez mais no Brasil e a renda originada do trabalho oficial tem caído, causando forte impacto no consumo das famílias.

A solução pode ser encontrada em oportunidades temporárias, sites freelancers ou em habilidades que possam gerar renda. Muita gente tem buscado diferentes meios de como ganhar um dinheiro extra para enfrentar o coronavírus e pagar as contas.

São tempos difíceis, mas graças à internet, os trabalhos remotos fazem cada dia mais parte da nossa vida. Selecionamos aqui, algumas ideias que permitem trabalhar em home office durante esse período. Confira:

1 – CADASTRE SEU CV EM SITES DE EMPREGO OU PRESTE SERVIÇOS COMO FREELANCER

Se você foi demitido e procura por novas oportunidades, há diversos sites que conectam profissionais – empresas e clientes interessados em serviços. Muitas demandas aliás, podem ser realizadas remotamente. O Jooble, por exemplo, é tipo um Google dos empregos e funciona como um agregador que reúne em um único lugar, ofertas de vagas para determinado perfil de candidatos, mas que foram divulgadas em diferentes sites. Ao selecionar um cargo de interesse, o candidato é direcionado ao anúncio original.

Inspirado no Google, o Jooble é um mecanismo de busca de emprego que agrega e exibe anúncios de vagas do mundo inteiro

Se você é freelancer, que tal fazer um balanço das suas principais habilidades e, em seguida, procurar oportunidades que se encaixem da melhor maneira possível? Também na atual situação, considere explorar outros campos. Como outras áreas poderiam se beneficiar dos seus conhecimentos? Com o Covid-19, várias iniciativas legais surgiram e outros profissionais estão dispostos a ajudarem na recolocação das pessoas. Permita-se ser criativo!

2 – AULAS OU CONSULTORIA ONLINE

Muitas pessoas tem aproveitado o período em casa para estudar e fazer cursos online. E existem vários que são gratuitos. Quem tem alguma habilidade que pode ser ensinada, como artesanato, música ou gastronomia, pode ganhar dinheiro com aulas pela internet.

O conteúdo pode ser oferecido ao vivo, por videochamada, ou hospedado em uma plataforma digital. Não se preocupe em fazer uma superprodução. No momento todos estamos em casa (ou deveriam rs), então o mais importante é definir bem com quem você vai falar, criar uma mensagem clara e criar um conteúdo em que a pessoa do outro lado da tela aprenda e ganhe conhecimento com você!

3 – VENDA DE PRODUTOS ARTESANAIS

Quem não gosta de bolo? Criar diferentes sabores e um cardápio especial pode te render um dinheiro extra 

Com o isolamento social, 51% das pessoas aderiram ao e-commerce de alimentos e afirmam que pretendem continuar com o hábito mesmo depois da quarentena. Pensando nisso, alimentação é uma área que sempre tem bastante vendas. Quem decidir começar um negócio nessa área deve porém tomar cuidados especiais com a higiene. Outro dado interessante é que 40% dos consumidores começaram a comprar mais em comércios locais desde o início da pandemia. Ou seja, pequenos produtores também estão com tudo.

Se você tem alguma habilidade manual, que tal começar a vender seus produtos? Aquele bolo caseiro que todos falam que é uma delícia, caixas temáticas com almoços para as pessoas do condomínio ou na região em que vive, ou até produtos especiais como kit de chás, terrários, criar um sacolão de roupas da loja que trabalha e está fechada, vasos de concreto feitos à mão, entre outros.

O ideal é começar divulgando os itens para conhecidos e recorrer ao delivery para as entregas. Se as vendas derem resultado, um segundo passo pode ser inserir os produtos em uma loja virtual para atender outras regiões e cidades.

5 ideias de negócios que podem ser feitos em home office

4 – VENDA O QUE VOCÊ NÃO USA MAIS

Gente, isso é mais do que óbvio! Desapegue! Venda o que não usa mais. Faça uma faxina em casa, bote a energia para circular: selecione roupas, eletroeletrônicos, jogos, sapatos e outros produtos que não são mais importantes para você. Essa pandemia veio para muitas pessoas repensarem também no seu consumo. Existem muitos sites especializados em fazer essa intermediação de vendas de produtos usados.

A dica é: tire fotos boas, só coloque para vender produtos que você gostaria de receber na sua casa e seja justo com o preço.

5 – TRANSFORME SEU HOBBY EM UM PROJETO PARALELO

Se você tem o dedo verde, que tal criar terrários ou oferecer aulas online enquanto as pessoas estão em casa, para aprenderem a fazerem os seus? Ta aí um dinheiro extra nesses tempos! 

Aquele projeto que você sempre sonhou: largar tudo e viver vendendo seus quadros na praia? Bem, talvez não na praia neste momento, mas que tal transformar seu hobby numa atividade paralela? Você pode oferecer suas aquarelas, pinturas personalizadas, e aplicar sua arte em convites de casamento, criar pôsteres, entre outros, e ainda ganhar uma grana com isso. Quem sabe cozinhar, meditar, fazer yoga, ou é master em planilhas, por exemplo, pode fazer disso um hobby que gere renda.

“A crise ainda não revelou todos os impactos que virão a partir deste momento, mas pode ser uma grande oportunidade para a gente fazer a diferença: aquelas que se mantiverem genuinamente próximas das pessoas, que forem corajosas para responder às necessidades emergentes e que conseguirem se manter ágeis para aprender a cada novo passo nessa jornada sairão com o modelo de negócios fortalecido e, o mais importante, ocuparão uma posição fundamental na vida das pessoas”. – Marina Pires – Head of Content for Executive Programs Google em Da incerteza às novas formas de viver: uma análise sobre o novo cotidiano.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários