follow-the-colours-brand-colour-swap-01

Qual a importância das cores em um logo? É exatamente essa pergunta que Paula Rupolo, designer brasileira que mora em Barcelona, quer responder com o seu projeto The Brand Colour Swap.

Paula trocou as cores dos logos de algumas empresas concorrentes e questionou: Como isso muda a forma de nos relacionamos com as marcas?  “Realmente as cores escolhidas pelos designers na cartela Pantone determinam, e muito, a sua identidade visual. Elas são a primeira coisa que notamos em um logo. Depois vemos a forma, os ícones e sua tipografia.”

A Coca-Cola parece desconfortável com o seu fundo azul Pepsi. O Twitter e Facebook negociam sutilmente diferentes tons índigos. Já as cores do Google são muito icônicas, mais do que a tipografia. O cérebro rapidamente percebe que há algo que não se encaixa e faz com que você pense ‘O que está acontecendo aqui?’. Isso causa estranheza e ao mesmo tempo é muito interessante. 

As associações entre as cores e as emoções podem ser universal ou altamente pessoal. Azul em seu sentido mais básico, significa claro – céu, calma e confiança; verde conota algo confiável e natural. O vermelho tem associações com paixão, perigo e urgência, por exemplo. Mas, há sempre excepções. Nas culturas ocidentais, o branco significa paz e honestidade, enquanto que nas orientais, está associado ao yang masculino do yin e yang.

Paula acha que ao criar uma marca, os designers tendem a adicionar as cores cedo demais. “Acredito que a forma vem em primeiro lugar. Depois você deve fazer testes com as cores e explorar suas possíveis leituras.” Uma vez que você escolhe uma cor para uma marca, pode ser difícil fazer mudanças. Para saber mais, vale a pena acessar o site do projeto!

follow-the-colours-brand-colour-swap-02

follow-the-colours-brand-colour-swap-03

follow-the-colours-brand-colour-swap-04

follow-the-colours-brand-colour-swap-06

follow-the-colours-brand-colour-swap-07

follow-the-colours-brand-colour-swap-08

Via.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários