O nome da coleção de Inverno 2018 faz um trocadilho com as siglas que significam “O mais rápido possível”.

A Osklen, marca brasileira sob comando de Oskar Metsavaht, recentemente lançou uma linha de acessórios com uma espécie exótica de coral marinho. A coleção foi pensada em parceria com o Instituto Brasileiro de Biodiversidade (BrBio) e o Instituto-e, um laboratório da própria marca para pesquisa de materiais mais sustentáveis.

As peças são produzidas com o coral-sol, uma espécie que é danosa para a biodiversidade marinha brasileira. Assim, a Osklen resolveu aproveitar esses corais-invasores que são retirados do mar e deu a eles um destino que não seja o mero descarte.

O BrBio criou em 2006 o Projeto Coral-Sol, que visa diminuir a existência dessa espécie na costa brasileira, preservando assim a biodiversidade e o equilíbrio do ecossistema. O projeto é pioneiro no combate da espécie e conta com parceria com universidades, ONG’s e outras instituições.

Todas as peças carregam o selo verde, que garante que a extração do coral foi feita de maneira consciente. O coral-sol é originário do Indo-Pacífico e aparece no Brasil desde 1980.

ASAP – OSKLEN

Nessa sua coleção de Inverno 2018, a Osklen lançou uma espécie de manifesto, usando a sigla em inglês ASAP“As soon as possible” (O mais rápido possível) com um outro significado: “As sustainable as possible” (O mais sustentável possível). A marca desfilou na última edição da São Paulo Fashion Week 2018 a sua coleção mais sustentável de todos os tempos.

O manifesto ASAP é um chamado para a urgência da adoção de um estilo de vida alinhado a práticas socioambientais mais conscientes. Há anos, a empresa tem como foco a redução do impacto ao meio ambiente, além de envolver mão-de-obra de comunidades, geração de renda e melhoria da qualidade de vida e autoestima dessas populações.

ASAP – A COLEÇÃO

Nesta coleção fica muito claro o uso de inúmeros materiais e recursos ecológicos. Confira abaixo um pequeno resumo que fizemos:

MATÉRIAS-PRIMAS: Malha PET; Seda orgânica; Algodão reciclado; Nylon glass; Nylon matelassê; Crepe de seda; Neoprene.

E-FABRICS: Voil de seda orgânica; Crepe stretch de seda orgânica; Sarja de algodão reciclado; Lona de algodão Reciclado Washed; Lona de Algodão Reciclado Stone; Tricot de Seda Orgânica; Couro de Pirarucu e Salmão; Solados de Borracha Reciclada; Lona de algodão reciclado com látex; Algodão desfibrado.

Há também peças desenvolvidas em parceria com cristais Swarovski, empresa que segue normas éticas e ambientais em todo o seu processo de produção: Mochila bordada neoprene, cadarço colete neoprene e calça de nylon glass.

As estampas do desfile destacam o tema do Manifesto em PB (ASAP); o camuflado (referência ao ativismo) e o Lynx (onça colorida em tons militares).

Já a cartela de cor é voltada para o cru, verde militar, areia, rouge, telha, tabaco, preto, vermelho, rosa, cinza mescla, amarelo látex e verde.

O tingimento das sedas foi feito com corantes naturais, processados e fixados de forma orgânica. Nesta coleção, foram utilizados materiais como castanho, pinhão, espinafre, café, eucalipto e casca de cebola.

Nativo da Bacia Amazônica e destinado à alimentação, o peixe pirarucu é uma das maiores espécies de água doce do mundo. Através do projeto e-fabrics, foi possível a reutilização de sua pele, antes descartada no meio-ambiente. A Osklen é pioneira no uso dessa matéria-prima para criação de bolsas, acessórios e calçados, que se tornaram um ícone da marca.

Desde 1998, a Osklen também produz camisetas com algodão orgânico e nos últimos dez anos, a marca aumentou em mais de 1.000% o uso de malha PET em suas coleções. Em 2011, Oskar Metsavaht recebeu da UNESCO o título de Embaixador para a Cultura da Paz e da Sustentabilidade.

Fazer negócio sem gerar um impacto socioambiental negativo demanda ousadia, criatividade e inovação. E isso a Osklen parece fazer bem: trabalha de forma responsável e em prol da sociedade.

Imagens: Marcio Madeira.

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade. Escreve um blog sobre meio ambiente, sustentabilidade e consumo consciente. Também se dedica a cozinhar, como forma de prazer e arrisca novas receitas no tempo livre.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários