A marca Recoffee Design aproveita a borra de café, que seria descartada, e a transforma em algo diferente: biojoias e lindas peças decorativas. Conheça! 

O café é um dos produtos mais consumidos no mundo e traz no seu ritual a ideia de pausa nos momentos de descanso. Também é a bebida ideal para dar um up na rotina. Não tem nada melhor do que reunir os amigos para uma boa conversa e uma xícara de café, tomar um cafezinho pela manhã para dar aquele ânimo ou uma xícara após o almoço, não é mesmo? Mas e a borra, após ele ser coado? O que fazer com o que sobra nas cápsulas? Muita gente usa como adubo no jardim, para afastar formigas, tratar da pele, na composteira, entre outras benefícios dentro de casa.

Mas para Ana Paula, 24, que é designer de produto formada pela FAAP, e Rafael, 28, administrador formado pela USP, a paixão pela sustentabilidade e inovação falou mais alto. Foi a partir da reflexão sobre a produção desse resíduo sólido no preparo do café comercial (borra de café) que eles tiveram uma super ideia. Assim surgia a marca Recoffee no mercado. Depois de muito estudarem sobre ciclos produtivos, desperdício e impacto ambiental, eles souberam aproveitar algo sem valor comercial, que seria descartado, e transformaram o resíduo em um material diferente, com novo uso e propósito, aliado a um design moderno.

Ana e Rafael mais uma vez se uniram à Sérgio, 49, formado em biologia e com experiência na área de sustentabilidade, que entrou na sociedade. Assim, juntos, chegaram a um produto final que propõe uma nova forma de reaproveitamento desse resíduo orgânico através de um processo laboratorial com a borra de café e aglutinantes naturais, desenvolvendo um material rígido, de baixa densidade e biodegradável dando vida à peças incríveis de decoração e biojoias artesanais.

Segundo pesquisas, a maioria da quantidade de borra de café que se produz no mundo (cerca de 20 milhões de toneladas de resíduos), acaba no lixo.

O MATERIAL INÉDITO DA RECOFFEE

Com o início dentro das oficinas de uma faculdade de design em São Paulo, o material passou por diversos testes até chegar ao seu composto final. Durante o processo de desenvolvimento, os sócios verificaram as principais características que poderiam destacar como o interior aerado com superfície impermeável, a capacidade de isolamento térmico, resistência a intempéries, atoxidade e moldabilidade.

O processo de cura leva em torno de 24h, onde o composto líquido vai ganhando rigidez. Os componentes utilizados na fabricação possibilitam uma produção artesanal livre de aditivos químicos e sem a necessidade de consumo de energia elétrica.

Assim, com uma cadeia de produção sustentável, a ideia da Recoffee é reduzir o resíduo orgânico do café e levar o conceito às novas linhas de produtos, alcançar novos mercados ao unir design e consciência ambiental! Incrível, não? Confira a nossa entrevista com a equipe:

ENTREVISTA RECOFFEE

FTC: Qual foi primeira peça criada para a Recoffee e o que ela hoje representa para vocês? 

Nosso primeiro produto foi desenvolvido durante o trabalho de conclusão de curso da Ana Paula e foi o vaso de parede, o Cafédim, e uma luminária, a Luminé. O produto tinha como conceito utilizar o mesmo molde e resultar em dois produtos diferentes. As peças representam a transformação, na qual o material desenvolvido se torna funcional e ganha valor comercial.

FTC: Quais as peças que mais fazem sucesso hoje? E os materiais que utilizam, além claro, do resíduo do café?

As peças tem bastante variações de saída, na nossa linha decor, o relógio de parede é um dos produtos mais desejados, e a linha de biojoias também tem sido bem recebida pelo público feminino. Temos a ambição de estender a nossa gama de matéria prima e utilizar novos resíduos além da borra do café, mas ainda estamos desenvolvendo e testando novas possibilidades.

Acima, o vaso de parede Cafédim. Abaixo, a luminária Luminé, os primeiros produtos criados pela marca. 

FTC: A gente já falou bastante aqui sobre o lowsumerism, marcas slowfashion e a conscientização do consumidor. Onde vocês se encaixam nisso?

Para nós da Recoffee um dos principais pilares para o consumo consciente é o pleno entendimento do ciclo de vida daquele produto que está sendo oferecido. Proporcionar ao consumidor escolhas que minimizem os impactos negativos ao ambiente e que gerem impacto positivo, no nosso caso ressignificando materiais que se tornariam lixo através do Upcycling, traz uma nova dinâmica para o processo de inovação que vai além da busca majoritária do sucesso financeiro da empresa.

Além de sermos uma marca de Design que oferece produtos sustentáveis, temos também uma missão com a educação do consumidor, mostrando que existem alternativas inimagináveis como opções de escolhas sustentáveis, contribuindo para uma melhor qualidade de vida para a nossa e para as próximas gerações.

FTC: Acham que o lowsumerism é mais do que um conceito, algo que veio pra ficar?

O consumo equilibrado e consciente é influenciado por diversos fatores, hoje percebemos que em algumas regiões, especialmente na Europa, a percepção de valor para os produtos orgânicos, reciclados e tudo aquilo que agride menos a natureza é muito mais valorizado, enquanto que em outros lugares esse reconhecimento é bem menor, no entanto acreditamos que esse é um caminho sem volta, afinal de contas estamos recebendo vários “recados” a partir das mudanças climáticas, extinção de espécies, esgotamento de recursos não renováveis, que nos impõem uma mudança de comportamento e atenção para as nossas escolhas futuras.

FTC: Estão tocando algum projeto específico atualmente?  

Estamos fazendo testes com novas matérias primas utilizando a borra do café e outros resíduos recicláveis, em breve teremos mais novidades.

FTC: Com o que vocês se inspiram? 

Nossa inspiração é revalorizar através do design materiais que hoje são vistos como inutilizáveis, e conseguir mudar a visão geral de como as pessoas se relacionam com o lixo e o consumo.

FTC: Uma frase que define a Recoffee hoje

Uma marca que busca inovar constantemente, reunindo consciência ambiental e design moderno em seus produtos.

FTC: E agora, o que vem pela frente?

Nossos próximos passos de produção e desenvolvimento são aumentar a gama de produtos e matérias-primas reutilizáveis. Além disso, pretendemos fortalecer nosso setor comercial, aumentando a visibilidade e conhecimento da marca, e fechando novas parcerias que se alinhem ao nosso propósito.

Revestimento criado pela Recoffee acima. Abaixo, o Cup Vase, um vasinho ou porta trecos feito com o material. 

“Respeitamos o tempo natural das coisas e acreditamos na beleza única de cada elemento que compõe a natureza, por isso, trazemos esse conceito para que cada um dos produtos da Recoffee tenham características únicas e exclusivas”.

Relógio Coffee O’ clock 

Curtiu? Saiba mais sobre a marca e compre as peças da Recoffee aqui. Acompanhe também a Recoffee nas redes sociais: Instagram e Facebook!

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários