Sistema Feelipa permite deficientes visuais vejam cores 01

A cor é parte vital da comunicação. Mas, para os 285 milhões de deficientes visuais no mundo, ela realmente pode ser um desafio. Pensando nisso, a designer portuguesa Filipa Nogueira Pires inventou uma linguagem totalmente nova, que pode ajudar essas mesmas pessoas a “verem” as cores de maneira diferente.

Filipa lançou uma solução simples e genial, um tipo de sistema como o Braille, que permite que com o toque, cegos identifiquem os diversos tons através da combinação de formas geométricas. Assim nasceu o Feelipa Color Code (Feeling Colors), uma ideia pensada para trazer uma maior independência para essas pessoas.

Eis como o código funciona: um quadrado significa vermelho, um triângulo significa amarelo, o círculo quer dizer azul. Três barras verticais levantadas significam preto, cinza são duas barras média, uma é o branco. Misture as formas das cores primárias e crie outros tons. Por exemplo, um quadrado + um triângulo = laranja. Adicionar as barras levantadas, representa o quão brilhante é a tonalidade. 

Sistema Feelipa permite deficientes visuais vejam cores

A designer diz que o sistema pode ajudar as pessoas a compreenderem melhor as cores e os objetos ao seu redor. Elas poderiam vir como adesivos em relevo, por exemplo, que seriam aplicados em brinquedos, mapas de transportes ou até em medicamentos.

Sistema Feelipa permite deficientes visuais vejam cores

Sistema Feelipa permite deficientes visuais vejam cores aplicações

Felipa também quer introduzir o sistema em escolas e tem esperanças de que um dia, o código se transforme em uma linguagem universal.

Sistema Feelipa permite deficientes visuais vejam cores

Sistema Feelipa permite deficientes visuais vejam cores logoConfira o vídeo:

Via.

Siga o FTC no Twitter + Facebook + Pinterest + Instagram + Tumblr e assine nossa newsletter para updates.

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários