follow-the-colours-capsulas-biodegradaveis-cafe-01

Mini jardim, guirlanda, luminária, enfeites para árvore de natal e até acessórios. Todas essas são possibilidades válidas para reaproveitar as cápsulas de café individuais, que se tornaram uma febre de consumo. Mas na prática, essa não é a solução para o problema do lixo, já que a quantidade reciclada é bem inferior ao número que vai parar nos aterros – são cerca de 8 bilhões de cápsulas descartadas mundialmente por ano.

No Brasil a moda também pegou, e com versões mais em conta de máquinas pipocando no mercado, o número de consumidores aumentou consequentemente nos últimos anos – foram 7 mil toneladas de cápsulas de café comercializadas só em 2015.

follow-the-colours-capsulas-biodegradaveis-cafe-03

follow-the-colours-pap-faca-voce-mesmo-suculentas-com-ima-elo7-01

Foi pensando nisso que a empresa canadense Club Coffee desenvolveu uma alternativa incrível e ecológica: cápsulas biodegradáveis. A PurPod100 é feita 100% à base do próprio resíduo de café – as cascas retiradas no processo de torra dos grãos formam um bioplástico, que é utilizado na fabricação.

follow-the-colours-capsulas-biodegradaveis-cafe-04

As embalagens tradicionais são feitas com plástico ou alumínio, mas a PurPod é feita com o próprio resíduo do café. Isso significa que não são necessárias novas matérias-primas e esse é o segredo para que sejam 100% biodegradáveis.

follow-the-colours-capsulas-biodegradaveis-cafe-06

A PurPod100 se decompõe na natureza em até 84 diaspode até ser utilizada em compostagem, porque contém nutrientes benéficos às plantas (a própria borra de café é utilizada como fertilizante natural).

No site da empresa, eles explicam ainda porque a reciclagem das cápsulas plásticas acaba não sendo 100% conveniente, pois geralmente é necessário cortar a sua tampa, colocar o pó de café quente em um recipiente de compostagem, lavar o resto da cápsula e jogar o resto da embalagem em um contentor de reciclagem.

“Diversos tipos de plástico e outras substâncias em sua composição tornam essas embalagens não-recicláveis, e elas levarão séculos para se decompor”, afirmam. Considerando que no Brasil apenas 3% do lixo reciclável é, de fato, reciclado, a alternativa sustentável seria uma novidade positiva para os amantes do cafezinho!

follow-the-colours-capsulas-biodegradaveis-cafe-02

A empresa garante que hoje é a única a oferecer esse tipo de produto no mundo.

Enquanto não surge essa ideia por aqui, uma outra sugestão é usar as cápsulas reutilizáveis feitas em aço inox, por exemplo. No mercado temos marcas como a Tostio, Santo Cafezinho, Eco Reciclos, que ajudam você a economizar e ainda produzir menos lixo. Neste caso, o consumidor tem a opção de encher a cápsula com café moído da sua escolha e vedá-la.

A maioria delas se adaptam as máquinas disponíveis no mercado e podem ser uma boa opção para quem se preocupa com o assunto, já que é preciso cada vez mais pensar e agir consciente. 

follow-the-colours-capsulas-biodegradaveis-cafe-05

Via.

Leyda Torquato é jornalista, vegetariana e adora todo tipo de arte. Quase desistiu da moda até encontrar todas as suas possibilidades mais justas e sustentáveis e, como toda libriana, não liga de ficar em sua própria companhia.

Leyda Torquato – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários