Os principais ingredientes que diferenciam a casa são o benefício da comida orgânica, o cuidado do preparo artesanal e a consciência da sustentabilidade. Conheça a Massaria Artesanal em SP! 

“Criei a Massaria pensando que a vida pode ser melhor se nos dedicarmos àquelas coisas simples que muitas vezes estão escondidas na rotina do dia a dia. Que uma pequena ação, uma pequena mudança de hábito, uma nova descoberta, um novo sabor, uma nova experiência ainda não vivida, podem ser o primeiro passo nessa direção”.

Marcelo Machado é empreendedor e inquieto com a mesmice. Seu espírito questionador, sua história de superação e a crença em poder fazer algo melhor pelo mundo, mesmo que pareça pequeno, foram o que o nortearam a abrir o pequeno bistrô que comanda em Moema, na zona sul de São Paulo.

Essa não foi, entretanto, a sua primeira ideia de negócio. Há três anos, o publicitário e diretor de filmes costumava produzir sanduíches para corredores e vendia o produto para os atletas após os treinos. Esse insight veio da sua própria relação com o esporte.

Talharim integral;

Tendo frequentado uma assessoria de corrida por três anos e correndo maratonas e meias maratonas, ele conhecia bem aquela realidade e percebeu que não havia uma refeição prática e saudável para se comer após as longas provas. O negócio era bom, teve aceitação do seu público-alvo, mas se encerrou por inviabilidades econômicas.

Nesse mesmo tempo, Marcelo frequentava um curso de coaching e aulas de branding na FVG e ESPM. Foi em uma dessas aulas, quando teve contato com a matéria de marcas sustentáveis, que começou a fermentar uma nova ideia.

Sua vontade era de criar uma food bike – como se fosse um food truck, só que na bicicleta – que pudesse percorrer as ciclovias de São Paulo. O veículo seria movido a energia solar e dínamo. Só que a ideia esbarrou na lei paulistana, que não regulamenta esse tipo de negócio.

Brusquetas queijo brie e alho poró caramelizado;

Com tudo pronto, um conceito de negócio sustentável, cardápio e muita vontade de trabalhar com comida, Marcelo apenas mudou de ambiente. Se as bikes sustentáveis não dariam certo, porque não abrir um restaurante com essa proposta e chamá-lo de Massaria Artesanal e Sustentável?

Inaugurado em 22 de março de 2017, o bistrô é a concretização de vários sonhos. Ter um lugar que fosse verdadeiro em seus ideais, servir comida boa, saudável e de qualidade, com o menor impacto possível para o meio ambiente.

Como fazer isso? Pensando em cada detalhe. Todas as massas da casa são feitas com farinha de arroz integral, que tem 80% menos glúten que a convencional. São receitas que aprendeu em um curso de massaria artesanal que fez há dois anos. É de lá que vêm as ideias da casa atualmente.

Penne linhaça e pesto;

Diferenciais da Massaria Artesanal, além da comida boa

Os bowls em que são servidas as massas são feitos de bagaço de cana e os talheres, de amido de milho. Ambos recicláveis. Nos pedidos para viagem, as embalagens também são biodegradáveis e colocadas em sacolas feitas com um tecido ecológico. Aqui ressurge a ideia das bikes sustentáveis, agora implementadas para a entrega dos pedidos delivery.

As bebidas seguem a linha de produtos orgânicos e naturais, com sucos, refrigerantes, cervejas artesanais e vinhos. O cafezinho ganha um charme extra, servido em um copo biodegradável feito de mandioca.

A água do ar-condicionado é captada por uma cisterna e reutilizada para a limpeza do local e os móveis são feitos a partir de madeira reaproveitada. A sustentabilidade está em cada detalhe da massaria e faz toda a diferença para a proposta do lugar. É como diz aquele ditado, plantar aquilo que se quer colher.

Nhoque manteiga e sálvia; 

Além da sustentabilidade, Marcelo queria criar, em suas palavras, uma “rede de bem” em torno da sua empresa. Por isso, firmou parcerias com instituições nas quais acredita. Todo o lixo orgânico da Massaria é compostado graças a uma parceria com a Morada da Floresta e parte do valor das vendas de embalagens e sacolas para viagem é doada para a Gastromotiva.

A casa também apoia cooperativas de catadores, com o selo Eu Reciclo. Todas as quartas são oferecidos workshops, palestras e encontros em parceria organização, além de um projeto para criar uma série de mini documentários sobre as cooperativas.

O local é bike friendly e pet friendly! 

E foi assim, com comida orgânica e artesanal, sustentabilidade e positividade que o gaúcho de Porto Alegre, radicado há dez anos em São Paulo, comemorou 50 de vida. “Eu senti uma vontade muito grande de me reinventar, de recomeçar e de fazer algo realmente útil, com muito amor e carinho para as pessoas”, diz.

Vida longa à Massaria!

Vai lá: Massaria Artesanal e Sustentável

Quarta, Quinta e Sexta – 19h às 23h  e Sábado e Domingo – 12h às 16h.

Av. Jandira, 669, Moema, São Paulo, SP – Fone: (11) 3791.6826

Acompanhe as novidades de Marcelo pelo Facebook e Instagram!

Mariana é jornalista e comunicadora. Adora descobrir novos lugares, explorar a cidade a pé e andar sem pressa. Se interessa por viagem, cultura e tudo o que é novidade. Escreve um blog sobre meio ambiente, sustentabilidade e consumo consciente. Também se dedica a cozinhar, como forma de prazer e arrisca novas receitas no tempo livre.

Mariana – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários