Conheça algumas flores comestíveis e descubra novas maneiras de decorar e alegrar seus pratos no dia a dia.

Imagem: Ceviche de Flores, Chef Alex Atala, Foto: Carol Gherardi e sanduíche de salmão com flores 

FLORES COMESTÍVEIS: BONITAS, NUTRITIVAS E INUSITADAS

Inseridas desde os primórdios na gastronomia oriental, as flores comestíveis estão ganhando cada vez mais espaço nas cozinhas de todo o mundo, principalmente na culinária orgânica natural, que valoriza não só a quantidade de nutrientes, mas também a boa apresentação e a qualidade de seus pratos. Entre os principais usos para flores comestíveis está a retirada de óleos essenciais, que perfumam e proporcionam sabor a diversos outros alimentos.

As flores comestíveis, assim como raízes comestíveis, podem ser encontradas em diversos tamanhos, sabores e aromas, variando de acordo com a região em que são cultivadas e com os pratos que acompanham. Para as famílias que querem incentivar a alimentação saudável de seus filhos, flores comestíveis também podem ser uma ótima alternativa para conquistar o apetite das crianças, pois além de inusitadas, são muito saborosas.

Imagem: Dani Noce: Bolo de Laranja com Calda de limão e lavandaChocolate com flores secas.

BENEFÍCIOS DE INCLUIR FLORES COMESTÍVEIS NO CARDÁPIO

As flores comestíveis possuem propriedades únicas, complementam pratos tradicionais e transformam o paladar quando consumidas. A maior parte das espécies possui alta quantidade de nutrientes, bem como carotenoides e óleos essenciais, o que torna seu consumo totalmente indicado para aqueles que buscam uma alimentação equilibrada e saudável.

O hábito de inserir flores no preparo dos alimentos tem origem em uma tradição antiga asiática, mas hoje, mesmo que pouco difundido, já faz parte da culinária ocidental, tornando-se inclusive o toque especial de chefs e nutricionistas que prezam pela qualidade da alimentação.

Antes de colocar as flores no prato ou na bebida, é preciso saber quais partes são consumíveis e quais são nocivas à saúde. Muitas flores permitem o consumo de suas pétalas e inflorescência ao mesmo tempo em que podem conter toxinas no caule ou no miolo. Conhecer a flor que deseja consumir é fundamental para evitar indigestão ou o mal-estar após o consumo.

Também é preciso saber preparar a planta após colher. Os chefs de cozinha recomendam colher em horários de clima mais fresco, realizar a retirada das partes desnecessárias, lavar delicadamente com água em temperatura ambiente e deixar secar em toalhas de papel, dessa forma as flores não perdem seu sabor ou aroma e permanecem intactas para o uso.

As flores comestíveis podem acompanhar saladas, sopas, frutas, bolos, pratos frescos, peixes, bebidas, vinhos, doces, conservas e também podem ser consumidas cristalizadas. São práticas e transformam a aparência dos pratos, deixando-os mais sofisticados e perfumados.

CONHEÇA ALGUMAS FLORES COMESTÍVEIS:

1- AMOR PERFEITO

A flor Amor Perfeito pode ser utilizada inteira na hora de aromatizar vinagres, bebidas, sopas e até mesmo saladas. Seu sabor é levemente adocicado;

2 – CAPUCHINHA

Rica em Vitamina C e com um sabor picante, a Capuchinha é muito utilizada na gastronomia, tendo suas flores e folhas utilizadas principalmente em saladas;

3 – ÁSTER DA CHINA

A Áster da China foi por muito tempo utilizada como flor ornamental, atualmente é inserida em saladas cortadas mais finas, como repolho, pepino e cenoura. Contudo, é necessário retirar o miolo antes do preparo;

4 – CALÊNDULA DOBRADA

Com um florescimento mais rápido que as demais flores, a Calêndula é muito utilizada em saladas, sobremesas, no arroz, e tende a substituir o açafrão na culinária tradicional. Seu miolo é indigesto e deve ser retirado antes do preparo. Em contrapartida é rica em carotenoides e perfeita para atrair o público infantil;

5 – LAVANDA

Os tons cítricos da Lavanda são conhecidos em chás e bebidas medicinais, contudo, poucos sabem que a flor também pode ser consumida em biscoitos, bolos, sorvetes e até mesmo no vinho, deixando os pratos muito mais bonitos e elegantes;

6- VIOLETA

Para quem pretende utilizar Violetas na culinária, recomenda-se o uso da espécie Viola odorata, ideal para doces, xaropes e bolos;

7 – HIBISCO

O Hibisco possui seu característico sabor cítrico, perfeito para incrementar bebidas, saladas e xaropes. Por ser ligeiramente ácido, o Hibisco exige um maior controle em relação à quantidade consumida;

8 – PÉTALAS DE ROSAS

As pétalas de rosas são perfeitas para enfeitar bolos, sobremesas, saladas e pratos de verão. Além de perfumadas, conseguem surpreender na aparência do prato final;

9 – MALMEQUER

A Malmequer é uma planta muito popular no Brasil e seu consumo é majoritariamente em saladas, personalizando a decoração e oferecendo um aroma diferenciado à composição;

10 – DENTE-DE-LEÃO

Com um sabor muito semelhante ao mel, o Dente-de-leão é frequentemente utilizado em doces, sobremesas e pratos sofisticados. Perfeito para uma reunião de amigos ou para fins de semana em família.

Imagem: Bowl de frutas e flores comestíveis e Salada orgânica selvagem com flores

COMO MONTAR SUA HORTA DE FLORES COMESTÍVEIS ORGÂNICAS

Criar sua própria horta orgânica é simples e rápido, com flores comestíveis o processo se torna ainda mais fácil, pois não exige cuidados específicos com nutrição do solo ou com o manejo das mudas. O solo exige uma mistura de areia, composto orgânico e terra vegetal, onde as sementes irão se desenvolver e germinarão entre os 20 primeiros dias. Para florescer as plantas levam de 130 a 150 dias, com exceção de algumas espécies de florescimento mais rápido como a Capuchinha e a Calêndula.

A irrigação deve ser realizada com o auxílio de um borrifador, uma vez que o excesso de água no solo pode contribuir para a proliferação de fungos e demais pragas. As flores comestíveis, exigem cerca de 3 horas de sol diariamente para realizar fotossíntese e se desenvolver vigorosamente. Caso as sementes germinem em demasia, recomenda-se o desbaste manual e a retirada de mudas mais fracas, para que as maiores consigam crescer e aproveitar os nutrientes do solo sem que haja competição entre plantas.

Imagem: Bolachinhas com flores comestíveis e pão com manteiga de ervas e flores 

Tenha uma alimentação saudável e colorida!

Sempre que possível opte por alimentos orgânicos, pois além de serem ricos em nutrientes, são produzidos de maneira sustentável. Além disso, possuem sabor muito mais intenso, uma vez que não necessitam de produtos químicos durante o cultivo. Torne a sua alimentação muito mais colorida e divertida sem abrir mão do seu bem-estar.

Thiago Tadeu Campos é especialista em Agricultura Orgânica e Consultor Master em Produção Orgânica na ImGrower. Um de seus hobbies favoritos é compartilhar conhecimento em seu próprio blog, que tem como missão fornecer conteúdo prático, atualizado e de qualidade sobre produção de alimentos orgânicos e cultivo protegido.

Thiago Tadeu Campos – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:
Comentários