Maranta Variegata

Uma planta vibrante e única. Seu gênero apresenta aproximadamente 30 espécies diferentes distribuídas por todos os habitat úmidos das regiões tropicais. Isso significa que ela é nativa geralmente do Brasil ou dos países vizinhos. Estamos falando da maranta (o nome botânico dessas plantas é Calathea, família das Marantaceae), uma excelente opção para quem quer montar a sua floresta tropical em casa ou apenas decorar um ambiente.

Também conhecida como planta rezadeira, a maranta possui uma folhagem estampada que ilumina qualquer casa com suas cores. Os ambientes internos são perfeitos para elas, assim como varandas e jardins que recebem pouca luz, já que não toleram raios solares diretos (provoca enrolamento e queimadura das folhas).

São plantas que podem alcançar até 50 cm de altura, tem folhagens vistosas, manchadas, e uma variedade em tons verdes, vermelhos ou creme. Recentemente, no Brasil, o Pinterest viu a planta tropical crescer como uma tendência. Globalmente, o número de ideias salvas para plantas “com estampas” aumentou 533% ano a ano, enquanto aqui, o número de ideias salvas especificamente para a maranta aumentou 100% em 2017.

Pensando nisso, fizemos uma pequena pesquisa para te inspirar a descobrir qual das espécies combina mais com você e como usá-las em seus espaços, deixando a sua a casa mais aconchegante e charmosa. Confira:

A Maranta pena-de-pavão (Maranta Leuconeura) possui folhas mais ovais com manchas escuras e o verso branco.

Locais para cultivar a maranta: no banheiro, na sala, no quarto, no jardim, varanda sem muito sol, sempre na sombra.

Algumas espécies: Pena de pavão, Macoiana, Zebrina, Cinza, Riscada. 

Maranta pena-de-pavão (Maranta Leuconeura).

CULTIVO: COMO CUIDAR DA MARANTA?

Por serem nativas de áreas tropicais, as marantas se desenvolvem melhor em local quente e úmido e não suportam bem invernos rigorosos e sem chuva.

LUZ: sombra. A espécie precisa sempre estar sempre sob a sombra, para que as folhas, que são sensíveis, fiquem protegidas do sol e não sofram queimaduras. Caso seu vaso fique dentro de casa ou em local fechado, coloque-o em local arejado a cada 15 dias. A planta precisa, no mínimo, de 2-3 horas diárias de “luz indireta”.

SOLO: Ao plantar no solo, misture adubo orgânico para garantir que a planta não sofrerá com a escassez de nutrientes, plante as mudas com no mínimo 5 centímetros de espaçamento entre elas, ou dez no caso de espécies de maior tamanho. Em vasos, é necessário garantir que a raiz tenha um espacinho bom para crescer. Um bom substrato para a maranta é uma mistura de parte de terra comum de jardim, duas de terra vegetal, uma de adubo orgânico e uma de areia. Adube a cada 6 meses.

REGA: Tanto no solo quanto em vasos, é legal dar uma atenção diariamente, principalmente durante o verão ou em épocas em que a umidade do ar é menor. Você pode borrifar as folhas com água nos dias mais quentes dia sim dia não. Muitas vezes também pode ser necessário podá-la, removendo folhas secas ou mortas, para que assim a planta volte a crescer novamente. O solo deve ser bem drenado e mantido úmido. Ela não tolera o solo encharcado.

A folhagem da Maranta Macoiana parece uma melancia, com mesclas em verde claro e escuro. 

A Variegata possui uma combinação de cores interessante: verde, verde escuro, branco, e tons de rosa, com a superfície inferior avermelhada. 

De folhagem vistosa, outra característica encontrada na maranta-pena-de-pavão (Maranta Leuconeura).

Maranta Zebrina: a cor da folha superior é um verde intenso com listras. A folha na parte inferior é arroxeada. 

Maranta-pena-de-pavão na sala de estar. 

Curtiu? Você encontra esta planta tropical para comprar facilmente em várias lojas. No nosso Pinterest, você vê algumas outras inspirações de verde e jardins para decorar a sua casa!

Imagens: 1 | 2 | 34 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9.

Carol T. Moré é editora do FTC. Internet, café, todo tipo de arte, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Você também poderá gostar de:

Comentários