Vai para Bélgica? Em parceria com a Expedia.com.br, separamos algumas sugestões baseadas na famosa Rota dos Quadrinhos em Bruxelas, a capital mundial dos HQs. Confira! 

ftc-bruxelas-rota-dos-quadrinhos

Se você gosta de street art, histórias em quadrinhos e viagens, vai adorar saber que em Bruxelas, na capital da Bélgica, existe uma rota chamada de ‘Comic Book Route’. O caminho leva você ao longo de vários muros e edifícios da cidade, principalmente nos bairros de Laeken e Auderghem, onde grandes murais (mais de 50!) foram coloridos com os personagens dos desenhos animados famosos locais – Tintin, Smurf, Asterix, Lucky Luke, Gaston, e muitos outros.

O projeto, que começou em 1991, foi iniciado pelo governo local para comemorar a longa relação da Bélgica com as histórias em quadrinhos que, aliás, são o orgulho do país. Tintim e seu fiel escudeiro, o cachorrinho Milu, se tornaram símbolo da cidade e até artigo de museu. Foi em 1929 que o cartunista belga Hergé deu vida ao personagem. A partir daí ele traria consigo um movimento que, por décadas seguintes, influenciaria diretamente a cultura local e daria a Bruxelas o título de capital internacional das histórias em quadrinhos.

ftc-bruxelas-tintin-metro

Hergé rompeu a barreira e liderou o movimento dos quadrinhos belgas tamanho sucesso de público. Até hoje a Bélgica (e particularmente Bruxelas) consome muito da produção de HQs européias como forma de arte, entretenimento e, até mesmo, de crítica social.

São muitos lugares para visitar e se você não sabe por onde começar, te damos uma ajudinha com um mini roteiro especial. Veja listinha:

ftc-bruxelas-manneken-peace-street-art-brussels-quadrinhos

1 – Belgian Comic Centre – Museu de quadrinhos

Um exemplo de como os quadrinhos são importantes para a cidade é um museu dedicado exclusivamente a contar a trajetória de suas histórias. O museu dos quadrinhos – também conhecido como Belgian Comic Centre – mostra os precursores desse movimento cultural, assim como trabalhos contemporâneos e a trajetória dos personagens locais mais famosos como os Smurfs, que também foram criados no país em 1958.

O ingresso custa 10 euros e a lojinha é cheia de itens legais para colecionadores, além de edições especiais dos principais quadrinhos do país publicados em diferentes idiomas.

ftc-bruxelas-obelix-comic-comic-strip-trail

2 – Praça Sablon

Nas ruas que dão acesso à praça Sablon, também conhecida como praça do chocolate – graças às várias boutiques dedicadas à arte do cacau – é possível encontrar muitos antiquários e lojas divertidas que vendem objetivos para os aficionados em histórias em quadrinhos. Vale a pena dar uma volta por ali!

3 – The Cartoonist

A The Cartoonist é uma loja para quem ama quadrinhos! Lá você encontra todos os tipos de objetos relacionados a esse universo: quadrinhos, livros, pôsteres, action figures, além de peças para colecionadores e de decoração. Infelizmente o horário de funcionamento é bem limitado, portanto é bom conferir os horários no site oficial para não correr riscos de encontrá-la fechada.

ftc-bruxelas-museu-herge-exterior

4 – Museé Hergé – O Museu de Tintim

Sabe outra curiosidade sobre o Tintim? Ele possui um museu exclusivo para contar toda sua história: desde a criação, até a evolução dos seus traços e o amadurecimento dos personagens secundários e de seus vilões. Entretanto, só há um pequeno probleminha: o museu do Tintim não fica necessariamente em Bruxelas, mas cerca de 40 km da metrópole belga, na cidade de Louvain-la-Neuve.

O ingresso adulto custa 9,50 euros e, devido à distância, o caminho costuma não ser tão rápido, por isso considere tirar praticamente o dia todo para o passeio (entre sair do seu hotel em Bruxelas, chegar até o local, visitar o museu e retornar com calma).

ftc-bruxelas-rota-dos-quadrinhos-la-boutique-tintin

5 – La Boutique Tintin – A Loja Oficial do Personagem

São livros, roupas, lápis, bloquinhos, chaveiros e bonequinhos. A boutique (pequena, mas super válida) é especializada em produtos que trazem as aventuras do icônico personagem e sua turma. A loja fica pertinho da Grand Place e do metrô de mesmo nome (Rue de la Colline 13, 1000 Ville de Bruxelles). Há itens com preços de souvenir e outros bem mais caros. O difícil é sair dali sem nada nas mãos!

ftc-bruxelas-tintin-ernest

Sobre a Comic Book Route – Rota das Histórias em Quadrinhos – e a arte de rua em Bruxelas

Sempre presente nas fotos do Instagram, o centro da cidade foi tomado por grandes painéis de grafites, ou street art, que deram origem a um roteiro especial e que faz um belo contraponto à arquitetura clássica e imponente das principais ruas da região. Hoje a Comic Book Route – ou a Rota das Histórias em Quadrinhos – conta atualmente com mais de 50 painéis incríveis.

Esse movimento começou em 1990, quando antigas propagandas foram substituídas gradativamente por enormes grafites e arte baseadas nos quadrinhos mais famosos da cidade. Quem diria que, tanto tempo depois, eles se transformariam em grandes atrativos turísticos, não?

ftc-bruxelas-manneken-peace-street-art-brussels

O circuito completo pode ser encontrado no site da prefeitura, que disponibiliza um mapa sinalizando todos os pontos dessa rota.

Carol T. Moré é editora do Follow the Colours. Cores, internet, design, viagens e pequenos detalhes da vida a fazem feliz. Acredita que boas histórias e inspirações transformadas em pixels conectam pessoas.

Carol T. Moré – já escreveu posts no Follow the Colours.


Comentários